Posted 20 July 2014, 4 days ago | 1,192 notes | reblog this post
(originally to-procrime / via penetrad4)

Só quero que tudo de certo.

Posted 20 July 2014, 4 days ago | 1,925 notes | reblog this post
(originally rasurador / via i-n-t-r-o-v-e-r-t-i-d-a)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 22,214 notes | reblog this post
(originally detector / via detector)

tem curso pra aprender a puxar assunto?

Posted 20 July 2014, 4 days ago | 7,467 notes | reblog this post
(originally ntembiscoito / via tea-psilocibe)

aos homens que trata mulher como um brinquedo só tenho um recado: vira homem otário quem brinca de boneca é viado

Posted 20 July 2014, 4 days ago | 1,979 notes | reblog this post
(originally trawessa / via leccker)
Eu que gritei para tantas pessoas ficarem, hoje só quero mesmo é que elas sumam de uma vez por todas. E em silêncio, que é pra ninguém ter porque se lamentar.
Tati Bernardi.   (via velaste)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 3,514 notes | reblog this post
(originally singelas / via velaste)
Foi romântico e carinhoso, mas só deu valor depois que perdeu.
Pedro Rossatto, silenciadores.  (via defeiitos)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 11,817 notes | reblog this post
(originally silenciadores / via defeiitos)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 3,469 notes | reblog this post
(originally permeate / via permeate)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 1,948 notes | reblog this post
(originally ohseducao / via penetrad4)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 1,773 notes | reblog this post
(originally peitadinha / via penetrad4)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 2,632 notes | reblog this post
(originally bolladona / via leccker)
Não é depressão, nem bipolaridade, nem preguiça de viver e muito menos cocaína. É só um acúmulo de tristezas, decepções e mágoas, que tem como resultado esse rosto cansado e este coração tão frágil que insiste em ser forte.
A Escritora de Bar. (via trovoava)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 4,529 notes | reblog this post
(originally nevarias / via trovoava)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 11,980 notes | reblog this post
(originally alma-carioca / via sol-perdido)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 15,317 notes | reblog this post
(originally angel-of-nigth / via tea-psilocibe)
Posted 20 July 2014, 4 days ago | 5,830 notes | reblog this post
(originally a-interrogada / via tea-psilocibe)
Todos os dias ela levantava e colocava sua velha roupa de felicidade, vestia-se da cabeça aos pés, aquela vestimenta que, aos olhos alheios, tão linda; calçava aos pés algo que a fazia passar pelos espinhos e não doessem nela; punha uma sombreira que encobria seu rosto, trazendo, diante de todo aquele sol, um sorriso escondido pelas sombras, tinha em suas mãos algo, uma espécia de luva, que abrangia a todos, e todos sentiam-se acalentados com a sua presença, ninguém percebia nada de errado, às vezes ela até passava despercebida diante dos tais (…) passava o dia inteiro com aquela vestimenta, que parecia frágil, mas resistia, de uma forma tão surpreendente, a todos os males dos dias que passavam (…) mas a noite caía, ela voltara pra casa cansada de todo aquele peso da vestimenta, e tirava-a parte por parte, dos pés a cabeça despia-se inteira, e voltava a sua aconchegante “realidade” enquanto a noite vinha, punha um simples vestido que não tinha um nome fixo, era um nômade dos sentimentos, às vezes vinha de dor, outras de saudade, outrora apenas de cansaço, mas que sempre a fazia deitar em sua cama florida e seu travesseiro macio que a entendia melhor que o mundo inteiro, por um momento, ali, ela sentia-se protegida.
Não espere que a tempestade passe, simplesmente aprenda a dançar na chuva
A vida não me deve nada,na verdade ela não deve nada a ninguém...
NADA É, TUDO ESTÁ !
Café esfria,
SENTIMENTO TAMBÉM ...
Recomendo :3 Vida perfa , MINHA baby linda *-* e o Kadu;)